<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, junho 25, 2007

A GAZETA DO AEROPORTO

Portela é o 4º pior aeroporto da Europa, diz ONG britânica

O aeroporto de Lisboa é o quarto pior da Europa que mais população afecta, essencialmente com o ruído, segundo uma escala elaborada por uma organização não governamental britânica.

(3) balázios

quarta-feira, junho 20, 2007

OS AEROPORTOS E O PALEIO DO COSTUME


Aparentemente, Portugal está numa encruzilhada:
ou "progride", e para que tal aconteça é condição sinequanon a construção de um hiper novo aeroporto que custa uma pipa de massa; ou "progride", e não se sabe o que é que acontecerá porque isso é um dos predicados do futuro, e gasta-se a massa em outras coisas necessárias.


MAS HÁ GENTE QUE DIZ QUE É PRECISO QUERER UM NOVO AEROPORTO INTERNACIONAL DE LISBOA NA OTA, OUTRO EM ALCOCHETE, OUTRO NO POÇEIRÃO, OUTRO EM RIO FRIO, E JÁ AGORA, OUTRO EM SÃO PEDRO DO SUL, OUTRO EM VILA VIÇOSA, E MAIS UM NO FUNDÃO.


A NECESSIDADE DO PAÍS É UM NÚMERO DE ILUSIONISMO.


O QUE MAIS HÁ POR ESTAS BANDAS SÃO MILHARES DE SÁBIOS, TÉCNICOS, E OUTROS ILUSIONISTAS ALTAMENTE CAPACITADOS E HABILITADOS PARA FAZER OS MAIS ALTOS E AJUSTADOS ESTUDOS. DIZEM AS MAIS ELOQUENTES CONCLUSÕES A QUE CHEGARAM E, NEM DE PROPÓSITO, SAI UM COELHO DA CARTOLA E COINCIDE COM A NECESSIDADE DE UM NOVO EMPREENDIMENTO COM MUITOS MILHÕES DE EUROS À MISTURA. HÁ TAMBÉM MILHARES DE COMENTADORES E PUBLICITÁRIOS MAIS OU MENOS ESPIRITUOSOS. É UMA FARTURINHA DE OPINIÕES MAIS-OU-MENOS-APROXIMADAMENTE FUNDAMENTADAS. WHO CARES?


PORQUE AFINAL, ESTES NÚMEROS DE ILUSIONISMO SÃO JÁ HABITUAIS. NOTE-SE O QUE ACONTECEU, POR EXEMPLO, COM O ÚLTIMO CAMPEONATO EUROPEU DE FUTEBOL EM QUE FORAM CONSTRUÍDOS UMA DEZENA DE ESTÁDIOS ENORMES E CAROS, NOVINHOS EM FOLHA, E QUE ESTÃO HOJE, HABITUALMENTE E QUANDO HÁ JOGOS, POUCO MAIS QUE "ÀS MOSCAS".


É POIS, UMA METODOLOGIA TESTADA, EXPERIMENTADA E QUE DEU RESULTADOS (?...). É UMA "ESTRATÉGIA GANHADORA".


HOJE-EM-DIA É POLITICAMENTE CORRECTO DIZER QUE O FUTURO DE PORTUGAL, DO TURISMO E DAS FUTURAS GERAÇÕES DEPENDEM DE PELO MENOS UM GRANDIOSO E NOVO AEROPORTO INTERNACIONAL DE LISBOA. E NUNCA MENOS QUE O MAIOR DA EUROPA! ISSO É A SOLUÇÃO PARA O "ATRASO E PARA A FALTA DE COMPETITIVIDADE".

OS MAIS AMBICIOSOS DEVERÃO RECLAMAR PARA QUE HAJA MUITOS, VÁRIOS NOVOS AEROPORTOS.
QUANTOS MAIS AEROPORTOS INTERNACIONAIS DE LISBOA HOUVER EM PORTUGAL, MAIOR SERÁ O PROGRESSO DO PAÍS. E O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO, UI-UI, UMA LOUCURA.

OS ULTRA-AMBICIOSOS EXIGIRÃO, EM CONJUNTO COM O PACK-NOVOS -AEROPORTOS-INTERNACIONAIS-DE-LISBOA-DESCONCENTRADOS-PELO-PAÍS-FORA, TAMBÉM UM NOVO HIDROPORTO INTERNACIONAL DE LISBOA NO ALQUEVA. DESCONCENTRADO. O FUTURO DE PORTUGAL E DAS FUTURAS GERAÇÕES DEPENDEM DO HIDROPORTO DESCONCENTRADO DO ALQUEVA INTERNACIONAL DE LISBOA.

É IMPERATIVO TAMBÉM QUERERMOS TODOS UM TGV. E SE É NOVO DEVEMOS QUERER O ÚLTIMO GRITO EM TGVs, OS MAIS CAROS QUE HOUVER, OS MAIS LUXUOSOS, JÁ AGORA.
UM TGV INTERNACIONAL DE LISBOA É FUNDAMENTAL PARA ASSEGURAR A LIGAÇÃO INTERURBANA ENTRE OS FUTUROS AEROPORTOS E HIDROPORTO INTERNACIONAIS DE LISBOA. O FUTURO DE PORTUGAL E DAS FUTURAS GERAÇÕES DEPENDEM DESTES EMPREENDIMENTOS DESCONCENTRADOS. O TGV DEVERÁ TER IMENSAS GARES DO ORIENTE PARA QUE SE ASSEGURE O FUTURO DE PORTUGAL, E DAS FUTURAS GERAÇÕES. A LOUSÃ, GÓIS E TÁBUA, BEM COMO MONTEMOR-O-VELHO DEVERÃO RECLAMAR A SUA UNIVERSIDADE EM CONJUNTO COM A RESPECTIVA GARE DO ORIENTE DO TGV INTERNACIONAL DE LISBOA, QUE LIGARÁ AQUELAS LOCALIDADES, PRIMEIRAMENTE A LISBOA, DEPOIS A MADRID E FINALMENTE AO RESTO-DO-MUNDO. EM CADA REGIÃO DEVERÁ NOMEAR-SE UMA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL (CCDR), PARA O COMBOIO REGIONAL, E OUTRA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GRANDE VELOCIDADE (CCDGV), PARA O TGV.


DEVERÃO SER DESENVOLVIDOS ESFORÇOS PARA CONSTRUIR A PAR-E- PASSO COM OS AEROPORTOS E O TGV, NOVOS CAMPOS DE GOLFE PARA ACOLHER OS MILHÕES DE TURISTAS.


AGORA A SÉRIO. NÃO ME LIXEM.
Eu andei meia dúzia de vezes de avião e provavelmente andarei outra meia dúzia mais. A maioria dos portugueses se calhar nem isso... O tema do novo aeroporto, que entope quase por completo a actualidade dos debates da tv e jornais, parece-me por isso, inflaccionado na sua importância e fora de contexto dadas as dificuldades que se fazem sentir na vida da maior parte das pessoas (a crer na amostra que constitui a esmagadora maioria das pessoas com quem convivo e trabalho). Com o TGV é a mesma coisa.


AS GERAÇÕES FUTURAS E O FUTURO DE PORTUGAL TÊM DIAS NEGROS PELA FRENTE, UMA VEZ QUE O PAÍS CONTINUA A CAMINHAR PARA LADO NENHUM PARA A MAIORIA DOS CIDADÃOS, GOVERNADO POR HIPÓCRITAS E OPORTUNISTAS SEM IDEAIS, SEM IMAGINAÇÃO E SEM VONTADE.


PARA QUE SEVEM OS AEROPORTOS E TGVs SE NÃO É PARA A MALTA ANDAR NESSAS MERDAS?





Etiquetas:


(6) balázios

sábado, junho 16, 2007



O pezito é que não convém queimar!

(3) balázios

quinta-feira, junho 14, 2007

ANACOZECA



"Um estudo da Associação Industrial Portuguesa (AIP) e da Universidade Nova de Lisboa, (…), mostra que os portugueses terão de trabalhar quase meio ano para sustentar todas as despesas do Estado, incluindo salários da função pública, pensões, subsídios, obras públicas, câmaras municipais, etc. Toda a riqueza produzida pelo País entre o início do ano e 15 de Junho (166 dias) será canalizada para estes gastos.

Face ao ano passado, os portugueses tiveram de trabalhar mais um dia para pagar os impostos e as contribuições à Segurança Social, devido ao aumento da carga fiscal, que pesa já 36,9% do Produto Interno Bruto (PIB), face aos 36,6% do ano passado. A culpa é da subida do Imposto sobre o Tabaco e do Imposto sobre Produtos Petrolíferos, mas também da tributação de pensões e dividendos de participações financeiras, entre outros."

(a notícia foi sacada daqui)




(2) balázios
Um brinde!

O golpe de hoje foi bem sucedido!





(1) balázios

quarta-feira, junho 06, 2007


¡CÁLATE MUJER!



(2) balázios

Dudo que a las mujeres les guste la violación como técnica erótica y sientan debilidad por los hombres brutales. La mujer es sensible, primeramente, a la inteligencia (conforme ella la entiende, claro: ser “vivo”, “endiablado”, “ingenioso”, etc.), mucho más que a la belleza. En segundo lugar, es sensible a la bondad. Todas las historias de mujeres obsesionadas por hombres brutales son inventos literarios de algunos decadentes. Estadísticamente, y sobre todo en los pueblos, lo que atrae al 90% de las mujeres es la “inteligencia” y la bondad.
Nos es la capacidad genésica
(1) lo que nos distingue de las mujeres sino la inteligencia.

in ELIADE, Mircea (2000) Diario Portugués (1941-1945)
Barcelona: Editorial Cairos - Pág. 146


(1) Sexual (nota minha)


(0) balázios

domingo, junho 03, 2007


O galo em geral dedica a sua afeição a mais de uma fêmea, nunca as abandona, segue-as de dia, á noite acompanha-as á habitação comum, convida-as a sair de manhã, protege-as e sossega as dissenções; não toca no alimento espalhado pelo pátio sem ver se primeiro se servem as companheiras; nem lhe custam as privações, se conhece que são úteis á reunião de amigas que o cercam. Sabe agradar e ao mesmo tempo exercer o seu sentimento de poderio sobre as suas fêmeas, atacando o seu rival, a quem desafia a combate, e patenteia todos os recursos de valor e de vingança.


in FERREIRA, Bento Alvares (1870) Bibliotheca da gente do campo, obra utilissima a todas as classes da sociedade e especialmente destinada a diffundir os conhecimentos theoricos e practicos aos que se dedicam á vida do campo
Coimbra: Imprensa da Universidade, pág. 263.

(2) balázios

sábado, junho 02, 2007

Há tesouros escondidos na biblioteca ...
... do mano.


(4) balázios

sexta-feira, junho 01, 2007

Pomada contra inflamação das mamas, e para fazer secar o leite

Argila, ou bolo arménio ………………………. ½ kilograma
Sulfato de alumina …………….…….………… 25 gramas
Clara de ovos n.º 4


Para crescerem as unhas ou os cascos dos animais

Terebintina …………………………………… 58 gramas
Mirra em pó ………………………………….. 16 “
Bálsamo do Peru ………….………………... 2 “





in FERREIRA, Bento Alvares (1870) Bibliotheca da gente do campo, obra utilissima a todas as classes da sociedade e especialmente destinada a diffundir os conhecimentos theoricos e practicos aos que se dedicam á vida do campo
Coimbra: Imprensa da Universidade, pág. 543-546.

(4) balázios